Lilypie Expecting a baby Ticker
Lilypie 1st Birthday Ticker
Domingo, 12 de Agosto de 2007

Fim de semana no Norte

Saímos de Lisboa por volta das 8h30 de Sábado, fomos sempre pela autoestrada A1, entrando em Alverca e saindo no Porto, com várias paragens pelo caminho, chegámos a Ponte de Lima cerca das 13h30. A viagem foi longa mas aguentou-se bem. A Barriguitas dormiu várias e pequenas sonecas pelo caminho, sempre que o carro paráva ela acordava, gosta mesmo é dos movimentos do carro e do seu som monótono. Almoçámos em casa dos avós Cila e Zé e fomos apresentar a Barriguitas aos bisavós que vivem lá numa aldeinha de Ponte de Lima. Ao fim da tarde ainda tivémos tempo de ir mostrar a vila mais antiga de Portugal e os seus recantinhos aos avós Ju e Tom que ainda não conheciam o Norte para além do Porto.

Á noite tivémos dificuldade em adormecer a Barriguitas por estar demasiado cansada mas também excitada com toda a animação que tivéra durante o dia, muitos colos e beijinhos apertados dos amigos e familia. A avó Cila fez-nos uma boa surpresa e no quarto dos papás preparou o berço para a Barriguitas, aquele que em tempos pertenceu á Mamã e aos tios e ela dormiu muito bem toda a noite e a sua sestinha da manhã depois do pequeno almoço.

Ainda na boite de Sábado eu e o Papá fomos dar uma volta por Ponte de Lima e ver o Festival de Petiscos que estava a decorrer, foi só de passagem, mas ainda vimos o fogo de artificio e apanhámos ar :P

Domingo de manhã recuperámos forças dormindo até tarde, demos mais umas voltinhas e fizémos mais umas visitas, a Barriguitas até não estranha as pessoas mas estava bem cansadinha de tantos colos e beijinhos que só lhe apetecia estar estendida numa cama bem larga só com as fraldinhas, como ela tanto gosta, assim estava um pouco birrenta e chorona.

No fim do almoço arrumámos a truxa e zarpámos de volta a Lisboa, a viagem durou cerca de 5 horas e chegámos cansados mas foi um bom fim de semna, sempre a correr, pouquinho tempo para tanta coisa mas valeu a pena.

A repetir...mas com mais tempo ;)

 

gavetinhas:
Sábado, 28 de Julho de 2007

Finalmente...o mar

A Barriguitas foi à praia e finalmente provou a água do mar, literalmente.

É normal todos os bebés porem as mãos na água e depois levarem-nas à boca. A Barriguitas não foi escepção, pôs os pezinhos na areia e já tava a pegar neles e com as mãos também cheias de areia já as queria por na boca..."provar para ver".

A areia não provou, pois claro, a Mamã e o Papá não deixaram, mas a água do mar provou. A reação foi a mais passsiva e normal que poderia ter tido, quando pôs os pezinhos na água e se molhou até ao rabo nem reagiu, pelo menos que nos apercebessemos, nem riu, nem chorou, nem nada...impavida e serena. Não sei se por ter sono, se por o Sol já ir baixo (fomos ao fim do dia para a Caparica), mas pelo menos não se assustou nem teve medo.

 

gavetinhas: ,
Sábado, 14 de Julho de 2007

1º dia de praia

Hoje madrugámos para ir à praia.

Acabaram-se os banhos de sol e o bronzeado, agora com a Barriguitas, praia só de manhãzinha. Assim acordámos por volta das 6h30 arrumámos a trouxa, bem maior que o costume por sinal, e saimos de casa ainda antes das 8h. O saco de praia que costumava ser só um, mesmo para dois, passou agora a dois sacos de praia, uma lancheira e um guarda-sol e isto é só o minimo.

Lá passámos a ponte Vasco da Gama e fomos atá ao Portinho da Arrábida, praia de eleição do Papá. Chegámos lá ainda antes das 9h, a Barriguitas dormiu pelo caminho e na praia estava o tempo todo a querer dormir. Coitadinha quase não aproveitou a praia tal era a soneira com que estava, mas só a maresia que se sentia já foi muito boa para ela.

A manhã estava optima, o vento não se fazia sentir e o solinho já aquecia, estava mesmo muito bom principalmente no lugar que arranjámos, à sombrinha de uma árvore. Lá comémos o pequeno-almoço, nós e a Barriguitas.

A Barriguitas estava muito interessada nos raios de sol que passavam por entre as folhas da árvore e nas cores garridas do chapeu-de-sol, pôs os pezinhos na areia e sentiu-a por entre os dedinhos mas ainda não chegou a sentir a água fria e salgada. Só o Papá é que foi molhar os pés, a Barriguitas estava com tanto sono que não me pareceu que quisesse sair da toalha.

Por volta das 11h30 voltámos a arrumar as coisas e fomos embora para um parque de merendas na serra da Arrábida onde almoçámos e estivémos um pouquinho a sentir o ar puro da mata.

Foi um primeiro dia de praia da Barriguitas sem mar, mas ela viu-o e sentiu-lhe o cheiro, o que para primeiro dia não está mal.

gavetinhas: ,
Diz a mamã minhabarriguita às 20:10
dá a mão | encher a barriga de mimos | xi-coração
|
Domingo, 8 de Julho de 2007

Que estranho

Esta madrugada bem cedo o avô Tom e o Papá lá foram mais uma vez á pesca da corvina e do robalo no Tejo e como tal as mulheres mais uma vez ficaram em casa a cuidar das lides domésticas. Mas desta vez não nos ficámos e ligámos ás amigas, fomos todas passear. Domingo sem homens, 4 mulheres e uma amostrinha fofa, lá foram todas "laurear a pevide". Passámos a ponte 25 de Abril e íamos dar uma volta pela caparica mas como já era de tarde e passámos junto ao Almada Forum, lá foi a mulherada toda para o antro do consumo, ver montras :P para onde mais vão as avós ao domingo senão ver montras e coisinhas onde gastar dinheiro e mimar os netos. É que fomos com as amigas da avó Ju que também já são todas avós e como avós novas que são (casas dos 40/50), todas gostam de centros comerciais.

A Barriguitas lá ia no seu carrinho sempre muito calma, como sempre é, a mirar tudo e entretida a morder os seus bonequitos. Eu passei por uma loja de roupa espanhola para "pitas malucas", onde só se ouve musica tecno em altos berros e nada tem a ver com mães ou moda pré natal, mas como a gora a "moda está gravida" e toda e qualquer roupa é de estilo gravida, é um bom sitio para comprar roupa pré natal e bem mais barata, assim comprei uns tops todos catitas e já fiquei contente.

A Barriguitas começou a ficar com sono e a cansar-se do barulho e confusão e tive de parar para lhe dar o leite. É normal que nestes dias os bancos disponiveis estejam todos ocupados com homens que se cansam da maratona de loja-em-loja que as suas mulheres fazem, mas daí a não darem lugar a uma mulher gravida com uma bebé ao colo a dar-lhe biberom...é demais, nenhum foi capaz de se levantar por uns instantes, só o tempo de lhe dar o biberom, tive de me sentar nun dos braços da poltrona e nem esse "parvalhão",que não merece nome melhor, e me sentiu muito bem, foi capaz de ceder o lugar, continuou a ler o jornal e até se desviou um bocadinho para que eu não lhe tocasse, é preciso ter lata!

Depois lá fomos para casa para evitar o transito da "saida das praias".

Ainda antes do jantar tivémos a visita surpresa do avós Cila e Zé, que tinham chegado essa manhã lá da "terra", e pela primeira vez a Barriguitas estranhou uma pessoa. Já estava cansada e com sono, ainda não tinha dormido nada essa tarde, e quando o avô Zé falou com ela e lhe pegou no colo ela estranhou-o e chorou :( Que estranho!

Logo o avô Zé, que ela passa os dias a chamar, diz tantas vezes heeddzzééé !!

 

gavetinhas: ,
Domingo, 24 de Junho de 2007

Passeio a Sintra

Sexta feira decidimos que o fim de semana não é para ficar em casa e que no Sábado iríamos aproveitar o solinho que se faz sentir. Assim, ontem no fim de almoço arrumámos a trouxa e saimos rumo a Sintra, eu e o CutxiCutxi, o Papá, a Barriguitas e a avó Ju. 

Quando chegámos passámos pelo centro histórico da vila, vimos o Museu do Brinquedo e o Palácio Nacional de Sintra, tudo do lado de fora, porque com o carrinho da Barriguitas todos os caminhos se tornam mais estreitos. Seguimos pela serra fora, onde aproveitámos o fresquinho e o ar bom e puro que podemos respirar nestes refugios longe da "cidade grande". Passámos no Palácio de Monserrate, onde vimos charretes das quais gostei muito, eu que adoro cavalos gosto sempre de ver bons exemplares e aqueles até estavam bem cuidados, muito giros e altivos como o freguês gosta de ver. No entanto não pudémos ir visitar o Palácio pois não era aconselhado entrar com carrinhos de bébé, porque os jardins têm caminhos inacessiveis a este tipo de transporte :P

A Barriguitas ainda é muito pequena e não ficou nada aborrecida de não puder visitá-lo, o que ela mais anciava naquele momento era ficar sentadinha na sua cadeirinha dentro do carro e dormir uma bela duma soneca.

Demos a volta á serra e regressámos ao centro da vila, antes parámos e demos um passeio no Parque da Liberdade. Um jardim bem denso onde se podem ver diferentes e abundantes espécies da flora portuguesa muito bem identificadas e caracterizadas. O jardim está muito bem arranjado e projectado com recantos e escadinhas por entre enormes troncos de arvores frondosas.

Gostei imenso de ver uma árvore-da-borracha (Ficus elastica) cuja base do tronco deveria ter uns 2 metros de diâmetro com imensas raízes aéreas.

A Barriguitas ía sempre muito bem disposta a olhar as árvores e os efeitos de luz que o sol fazia ao penetrar nas suas copas densas, tenho a certeza que também gostou do cheiro que se fazia sentir no ar, de todas aquelas espécies de árvores e flores coloridas. Parámos num banquinho para tirar fotografias com ela perto dumas flores e claro a Barriguitas esboçou-nos aquele sorriso de satisfação que tanto gostamos de ver, sempre bem disposta. Gostou do passeio :)

Na volta a casa a Barriguitas já estava muito cansada e acabou por adormecer no carro e seguiu assim toda a viagem até casa. 

gavetinhas:

::a minha barriga

::Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

::sinais de vida

:: Fim de semana no Norte

:: Finalmente...o mar

:: 1º dia de praia

:: Que estranho

:: Passeio a Sintra

::gavetinhas

:: todas as tags

::gavetas abertas

:: Novembro 2007

:: Setembro 2007

:: Agosto 2007

:: Julho 2007

:: Junho 2007

::mãos dadas

::pesquisar

 

::Fazer olhinhos

::a Barriguitas é...

blogs SAPO

::subscrever feeds